PROJECTS

Designação do projeto | BATERIAS 2030 - As baterias como elemento central para a sustentabilidade urbana
 

Código do projeto | POCI-01-0247-FEDER-046109 / LISBOA-01-0247-FEDER-046109
 

Objetivo principal | OT1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
 

Região de intervenção| Norte, Centro e Lisboa
 

Entidades beneficiárias | DST SOLAR, S.A., DOMINGOS DA SILVA TEIXEIRA S.A., BYSTEELL FS, S.A., WATT-IS, S.A., INNOVATION POINT - INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO S.A., EFACEC ENERGIA - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS S.A., ADDVOLT, S.A., SECIL-COMPANHIA GERAL DE CAL E CIMENTO S.A., CHARGE2C - NEWCAP LDA, VISBLUE PORTUGAL, UNIPESSOAL LDA, LABORATÓRIO IBÉRICO INTERNACIONAL DE NANOTECNOLOGIA, UNIVERSIDADE DO PORTO | FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO, INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO, CENTITVC - CENTRO DE NANOTECNOLOGIA E MATERIAIS TÉCNICOS, FUNCIONAIS E INTELIGENTES, LNEG - LABORATÓRIO NACIONAL DE ENERGIA E GEOLOGIA I.P., CEIIA - CENTRO DE ENGENHARIA E DESENVOLVIMENTO, INESC TEC - INSTITUTO DE ENGENHARIA DE SISTEMAS E COMPUTADORES, TECNOLOGIA E CIÊNCIA; INESC MICROSISTEMAS E NANOTECNOLOGIAS - INSTITUTO DE ENGENHARIA DE SISTEMAS E COMPUTADORES PARA OS MICROSISTEMAS E AS NANOTECNOLOGIAS; UNIVERSIDADE DO MINHO; OMNIFLOW, S.A., 3 DRIVERS - ENGENHARIA, INOVAÇÃO E AMBIENTE, LDA, ZEEV, LDA, AMNIS PURA, LDA.
 

Data da aprovação | 20-07-2021


Data de início | 01-07-2020


Data de conclusão |30-06-2023


Custo total elegível | 8.142.180,35 Euros


Apoio financeiro da União Europeia | Incentivo FEDER – 5.324.146,20 Euros


Apoio financeiro público nacional/regional | Não aplicável


Síntese do projeto, Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:
A descarbonização das cidades, assente na substituição faseada de combustíveis fósseis e na progressiva integração de fontes de energia renováveis, emerge como instrumental no combate às alterações climáticas.
O modelo energético do futuro assenta na produção de energia renovável e, sendo esta intermitente, existe a necessidade de armazenamento intermédio. Este armazenamento, por motivos de poupanças na distribuição, terá de ser feito de forma local nos próprios edifícios e integrada em micro redes inteligentes. Para que tudo isto se concretize, o papel das baterias é central e lança inúmeros desafios.
É neste contexto que surge o projeto Baterias 2030. Este visa contribuir para desenvolvimento de tecnologias disruptivas, passíveis de serem integradas em toda a cadeia de valor da temática da produção, armazenamento e gestão sustentável de energia, com o objetivo de responder aos desafios relacionados com a descarbonização e disseminação de comunidades energéticas sustentáveis, naquilo que se espera serem as cidades do futuro.
O projeto compreende 6 PPS (Processo, Produto, Serviço), 4 dos quais se centram em domínios técnico científicos (PPS1 ao PPS4), sendo que as tecnologias que resultarão dos mesmos serão integradas e demonstradas num espaço urbano (PPS5), procurando-se estabelecer uma comunidade energética, assente numa micro rede hipocarbónica, promovendo a substituição do consumo de combustíveis fósseis, e, assim, a redução de CO2 no espaço urbano.
O projeto será desenvolvido por um consórcio composto por 14 empresas, liderado pela DST Solar, capazes de valorizar os resultados previstos em cada PPS, e ainda por 9 entidades não empresariais, que são detentoras de tecnologias e conhecimento específico de elevado valor acrescentado no domínio da energia, capazes de concretizar os objetivos preconizados.
O projeto Baterias 2030 visa contribuir para desenvolvimento de tecnologias disruptivas, passíveis de serem integradas em toda a cadeia de valor, com soluções state-of-art. Com efeito, Baterias 2030 alavanca a ciência e tecnologia em torno da temática da produção, armazenamento e gestão sustentável de energia.

Baterias 2030_Barra de Publicitação.png